fbpx

Vibrance ou Saturation?

Essa é uma dúvida bastante comum entre os usuários do Photoshop e Lightroom e é realmente importante compreender o propósito destes dois ajustes para otimizar as cores da sua imagem com embasamento e precisão. O Vibrance está presente no Photoshop desde a versão CS4, um recurso muito prático herdado do Lightroom.

Vibrance e Saturation Photoshop Lightroom

Na prática, fica evidente que ambos aumentam a intensidade das cores, e o Saturation aparenta ser um pouco mais intenso, não é? Isso costuma confundir bastante e muitos simplesmente aumentam um pouco o Saturation pra ganhar vivacidade na imagem e boa. Essa não é a melhor prática, vamos entender primeiro a diferença entre eles e depois como utilizá-los.

Lucas Aldi

Entendendo o Saturation:

Aumenta ou reduz a intensidade das cores de forma proporcional, todas as cores são afetadas, sombras, luzes ou meios-tons. O uso exagerado pode facilmente destruir sua imagem, estourando as cores (clipping) ou fazer com que ela não tenha mais uma aparência natural. Quando seu valor se iguala a zero produz tons de cinza. Seu uso mais recomendado é ajustando os valores pelos canais de cores individualmente (No menu ou  Hue/Saturation no Photoshop / HSL no Lightroom – foto ao lado).

Entendendo o Vibrance:

Atua principalmente nas áreas menos saturadas da imagem e protege os tons de pele (amarelos e laranjas) da saturação excessiva, por isso aparenta ser um ajuste menos intenso que o Saturation. Mesmo que seu valor se iguale a zero a imagem ainda mantém um pouco de cor.

Em resumo, o Vibrance trabalha de uma forma bem mais inteligente e segura mas isso não significa que não vamos mais usar Saturation, pelo contrário, podemos usá-los em conjunto de diversas formas dependendo da intenção ou de forma seletiva.

Por exemplo: podemos usar Vibrance e um pouco de Saturation para ganhar ainda mais intensidade em alguns casos mais extremos. Podemos reduzir Saturation e aumentar o Vibrance para ter mais vivacidade em determinados tons para um resultado particular. Enfim, Agora que você entende a diferença e o propósito destas duas ferramentas de ajuste poderá fazer suas próprias experimentações.

Minhas dicas:

1) Utilize o Saturation de forma bem mais cautelosa, ajustando os valores de 1 a 1.

2) Trabalhe com Saturation individualmente em cada canal de cor (Menu Hue/Saturation no Photoshop e abas HSL no Lightroom), evite ajustar diretamente o canal Master.

3) No Photoshop utilize Adjustment Layers para utilizar Vibrance ou Saturation sempre que possível para trabalhar de forma não-destrutiva.

4) No caso de ajustes rápidos, recomendo o uso do Vibrance por ser um ajuste mais inteligente e menos destrutivo.

5) Explore as possibilidades de trabalhar com os dois ajustes simultaneamente.

That’s it! Espero ter ajudado, até os próximos artigos e bons estudos.

 

Deixe um Comentário

Entre em contato

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt